quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Vladimir Kush

Não sei como conseguiram esconder Vladimir Kush de mim por tanto tempo. Pessoas cruéis.
Não achei muitas coisas sobre ele por aqui. O que sei é que nasceu na Rússia em 1965! Olha só, temos um surrealista contemporâneo. Com aspectos fantásticos, delirantes e realistas, Kush trabalha mais no campo onírico. Suas obras são como sonhos que esquecemos.
Sei que não que devemos posicionar a arte em escalas hierárquicas, mas Kush realmente conseguiu ultrapassar muitos artistas, ao meu olhar. São espinhos e flores para os olhos.
Cores, luzes, flores
universo onírico surrealista.
Viva a contemplação!

Queria postar mais coisas, porém prefiro que visitem o site dele:
www.vladimirkush.com

5 comentários:

Mensageiro do caos disse...

Devo dizer que vim de abusado,
vim de curioso,
vim de vontade ...
E sim, gostaria de um pouco mais de sal sim ... xD
Então, eu também não conhecia este surrealista, para falar a verdade sei pouco de arte em geral. Devo me sentir envergonhado agora.
Mas do cinema conheço um pouco de Buñel, não sei se conhece ...
Mas voltando al assunto do seu post, rs ...
Achei realmente muito interessante esses três quadros que você colocou abaixo ...
E me perco horas fáceis buscando sentidos e teorias ...
Acho que já estou escrevendo demais,
Vim só lhe fazer uma visita,
Muito prazer em te conhecer inteligente estranha ...
beijos.

Mensageiro do caos disse...

Devo dizer que agradeço também sua visita, rs.
Mas dentro do que me perguntou, não sei se este deve ser o lugar para a resposta ...
Mas falarei assim mesmo, xD
Estavamos conversando sobre conhecidos em comum, sobre minha mania de fazer drama com situaçãoes minímas e inclusive que eu só sou dramático pois amigos não tem coragem de falar o que pensam, e acabam por falar o que queremos ouvir. Eu não gosto de ser assim com os que eu considero amigos, mas às vezes alguns o são comigo.
E ela mesma disse que tudo o que ela falava de mim era o que ela pensava e que, de certa forma, eu não iria fazer um drama pois ela não era uma amiga, apenas um contato vegetativo ... rs ...
E essa era a realidade, eu ouvi, senti que era verdade ... mas não liguei muito, como eu mesmo disse:
-Eh a Khadija que está falando,
Mas depois eu pensei, e meio que não sei mais o que importa ...
Os amigos estão nos momentos difíceis sim, mas eles não tem a coragem, ou até mesmoa a vontade de falar a verdade tão nua e crua como os vegetativos.
Considerando, acho que foi isso basicamente que tomou rumo a conversa.
Hohoho ... insanos não ?
Conversas dessas por msn, tem de ser muito louco ...
:P
Espero a ver lá mais vezes.

brócolis cru disse...

Oi, "podexá" ta adicionada em meus favoritos...pelo visto já conhece meu amigo Leandro. rs

João disse...

Mais ácido. E não, não falo do lisérgico, mas do clorídrico. Aquele que as paredes do seu estômago secratam no intento de digerir bactérias, alimentos e emoções. Dá um "ardidinho", sabe? Pois é. Como sonhos são indissolúveis, ficar olhando pra essas obras me levaria à gastrite. Melhor parar, antes que eu vicie e, como os sonhadores sabem, esse é um caminho sem volta.

Soraia disse...

Olá!

Agradeço pela vista e pelo comentário deixados no blog.

Coincidência ou não, no post de hoje 03/12, tem uma imagem de Vladimir Kush...