quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

O inicio


Hoje mergulhei na vida como quem bebe um copo d'água.

Minha cortina se abriu!

e o que vejo é muito mais que um dia de sol.

Hoje é o presente que me dei.

Mergulhar na essência do dia sem me afogar nela.

Vejo pessoas caminhando,

ouço crianças gritando

vejo o trem passando,

e não tenho mais raiva do gerúndio.

Tenho raiva do tempo que deixei lá atrás,

das surpresas que escondi debaixo da cama,

dos sonhos que guardei pro jantar

2 comentários:

Carol! disse...

BRAVO ! BRAVO! BRAVO!
AMIGA!

Luiz disse...

São tantas coisas que guardamos para o jantar, que as vezes ficam esquecidas....
submersas num passado insoso....