quinta-feira, 19 de março de 2009

O anticristo


Segundo Nietzsche, a vida é um devir constante. Não existe metafísica ou moral, a vida é apenas a vida e nada além disso, nada além-túmulo. Todas as nossas certezas são culturais e provém das relações humanas que construimos. Nietzsche não acredita na verdade, pois já existiram muitas e que ao longo da história foram desmentidas. A Terra por exemplo, já foi plana. Isso era uma verdade. O homem, acreditando no metafísico, acaba por desvalorizar a vida terrena; a única que temos, em prol de uma vida além desta que tudo é bom e belo. O homem nega a vida tornando-se um individuo dominado pela moral. Nietzsche atribui essa culpa ao cristianismo, que prega a padronização do homem, inserindo nele o princípio de culpa e a doutrina livre-arbítrio, que faz com que os homens pensem que são livres, que escolhem e pensem o que querem, enquanto na verdade são todos escravos da moralidade que há muito tempo foi difundida pelo cristisnismo. Onde todos os nossos desejos e prazeres são classificados como pecado, com o intuito de nos fazer sentir culpa daquilo que sentimos, além de carregarmos nas costas o pecado que nós não cometemos (Adão e Eva). Ao submeter-se a esse deus o homem nega sua vontade de potência, seu instinto e aquilo que o diferencia dos outros seres vivos, a razão (?).

segunda-feira, 9 de março de 2009

Empréstimo de livros

Giuseppe Arcimboldo

Não costumo emprestar meus livros, pois tenho muito apreço e me dá uma certa irritação não vê-lo na minha estante. Confesso que esta postura é um tanto egoísta, pois o conhecimento precisa ser disseminado, mas eu não sou uma biblioteca. Para arrancar meus livros da estante é preciso preencher na minha agenda a data de empréstimo e é claro a de devolução. Alguns livros meus estão perdidos por ai, esse é o motivo desta postagem. Gostaria de reavê-los, caso meus amigos leiam isso, peço que entre em contato. Há dois livros meus com a Amanda: " O amor nos tempos do cólera" e "Fadas no Divã". Com a Thaisa (amiga da Maiana) tem um livro muito raro: "Santo Daime". Com a Loeni: "O Mundo de Sofia". Mas existem três livros meus de francês que não sei com quem está, ele se chama: "Tout va Bien".



Peço que quem está na posse desses livros me liguem urgente!!!!!!!!