quinta-feira, 19 de março de 2009

O anticristo


Segundo Nietzsche, a vida é um devir constante. Não existe metafísica ou moral, a vida é apenas a vida e nada além disso, nada além-túmulo. Todas as nossas certezas são culturais e provém das relações humanas que construimos. Nietzsche não acredita na verdade, pois já existiram muitas e que ao longo da história foram desmentidas. A Terra por exemplo, já foi plana. Isso era uma verdade. O homem, acreditando no metafísico, acaba por desvalorizar a vida terrena; a única que temos, em prol de uma vida além desta que tudo é bom e belo. O homem nega a vida tornando-se um individuo dominado pela moral. Nietzsche atribui essa culpa ao cristianismo, que prega a padronização do homem, inserindo nele o princípio de culpa e a doutrina livre-arbítrio, que faz com que os homens pensem que são livres, que escolhem e pensem o que querem, enquanto na verdade são todos escravos da moralidade que há muito tempo foi difundida pelo cristisnismo. Onde todos os nossos desejos e prazeres são classificados como pecado, com o intuito de nos fazer sentir culpa daquilo que sentimos, além de carregarmos nas costas o pecado que nós não cometemos (Adão e Eva). Ao submeter-se a esse deus o homem nega sua vontade de potência, seu instinto e aquilo que o diferencia dos outros seres vivos, a razão (?).

15 comentários:

Gabriela Pimentel disse...

Sempre pensei nisso também. Sempre, por mais que tentemos reprimir, sentimos essa culpa...
Não que eu tudo seja culpa da Igreja católica, mas nós, homens, formadores de conceitos, também somos muito culpados.

Nana de SouZa disse...

Olá moça!

Adorou? Fico lisonjeada ao ler isso ^^

gostei daqui também...Linhas interessantes; visão em 3D!
Virei com mais frequência.

Franzé Oliveira disse...

Amiga flor, brigado pela visita. Gosto de ler Nietzsche tb. Já tenho preparado uma postagem bem a cara dele, viu? Quanto ao blog ser questionado, até hoje não sei o pq e nem quem foi. Mas tudo bem. Quem vai visitar gosta e então fico satisfeito. Talvez que fez esse questionamento esteja morrendo de raiva agora (risos). Bjos com carinho.
Adorei o q vi aqui. Visitarei sempre.

Luana Pinheiro disse...

nossa. ra e suas questões. sempre que venho aqui me admiro com a diferença de nossas questões e me pergunto se não sou muito prática, ou se não vivo demais minha profissão.
vc me faz pensar bastante e me rever sempre. obrigada!
te amo.
bjoks.

Dani disse...

Ser blog é muito interessante, gostei da praticidade que você escreve. Geralmente as pessoas se alongam demais quando escrevem sobre filosofia e acabam se perdendo no caminho, ou fazendo seus leitores perderem o interesse... Não desejo mais sal...está na medida ideal!

Nadja disse...

Olá,gostei daqui também!


E obrigada pela visita ao meu blog!



bjoss

Luana Pinheiro disse...

vai lá no blog... acho que vai gostar!

bjo.

Alexandre disse...

...a religião é tão importante, segue a razão dos pensamentos!

Amuná Djapá disse...

Essa semana aprendi que caos, que para mim significa bagunça, na verdade quer dizer potencialidade absoluta.
Desde então, passei a achar bacana que minha vida seja um caos.

R. disse...

Nunca li muito Nieztsche. Li o Zarathustra e só, acho. Não que não goste, me penitencio por ainda não ter lido o humano, demasiado humano e o anti cristo. Nieztsche instiga, isso é importante :)

Bjs

Marina disse...

Olhe, fico oscilando entre acreditar e não acreditar....é uma atividade muito suada

garrafa e mar disse...

Nietzsche é um dos autores q mais amo. Minha identificação foi tamanha q pensei q era ELE q pensava e sentia como eu!

Mas li poucos textos dele, li mais os comentadores. O q n é a mesma coisa.

Fidelidade à terra, ao instinto, a desconfiança em relação à eternidade da moral e à razão infalível.

Obrigado pelo comentário em meu blog. N esperava nunca. Achei q vc n gostava dele.

Abraços

Flor Baez disse...

Adoro seu blog!

Marina Vilela disse...

Post perfeito! Amo nietzsche!! to terminando de ler o ensaio sobre a cegueira pra começar o Ecce Homo dele! to ansiosíssima!

francesco disse...

Nietzsche é libertador!!
e seu blog está incrível!!!

prima!! me orgulho de vc!!

beijos!!