terça-feira, 13 de abril de 2010

O mundo de Théo


Alguns livros, em especial os romances, nos fazem viajar por grandes caminhos e o melhor de tudo é que não precisamos pagar nada!!! Paguei vinte reais na semana passada e conheci Jerusalém, Egito, Roma e um pedaço da Índia, mais especificamente, Benares (Varanasi).

Há três anos estava voltando para casa de metrô e vi uma mulher muito concentrada lendo um livro relativamente grosso. Como sempre, fiquei curiosa e não consegui ler o título do livro, então fui até ela que me respondeu secamente: - A viagem de Theo. Fiquei curiosa e vi o preço do livro na Saraiva – para o meu quase espanto: R$80!!!! Os anos passaram e esqueci-me do livro, daquele dia e tudo mais.

Dia 1º de Abril fui ao centro de Nova Iguaçu e fui surpreendida por um super sebo – diversas barraquinhas vendendo livros a preços populares e eis que vi A viagem de Theo na última barraca!!! O melhor: por R$ 20!!!!
Não costumo ler romances simplesmente porque não tenho muito saco para personagens melosos, mas tive que dar uma chance a Catherine Clément. A viagem de Theo conta a história de um rapazinho que conhece o mundo através das religiões. Theo visita templos em Jerusalém, Darjeeling e até mesmo na Bahia! Mas não cheguei nessa parte ainda.

A minha sensação é que estou viajando com o pequeno Theo... Pesquiso os templos, sinagogas e igrejas que ele conheceu e fico feliz da vida! Parece mesmo que estou passando por todos esses países. Esse é o poder da leitura, podemos ir embora com os personagens quando nos envolvemos com a história. Conheci religiões que nunca tinha ouvido falar, por exemplo: O babismo, do líder Bab, que nasceu no Irã e migrou para o Tibet e pregava a igualdade entre os sexos, algo inadmissível para o islã. Descobri que o nome da alimentação de ouro e prata é denominado oligoelementos e que nos países orientais isso é muito comum. Vi que a Tia Marthe não gosta muito dos hare krishna, acha que são ocidentais fantasiando sua alma, o que ela chama de Karma-cola. Indianos, como bons comerciantes que sempre foram, oferecem pacotes especiais de meditação e outros atrativos para ocidentais cansados, e assim ganham dinheiro. Que inclusive até riem dessas pessoas que acham que se tornaram hindus. Felizmente ou infelizmente para ser hindu é preciso que nasça e nada vai mudar isso. Decidi que agora vou começar a estudar marketing oriental, por hobbie.

Enfim, o livro trata da modificação do antigo bramanismo para o hinduísmo, conta a história dos judeus, muçulmanos e outras religiões que ainda não cheguei muito perto. Pretendo desenvolver depois, com mais calma, algumas coisas que estou estudando como os Bodhisattvas, pirâmide das varnas, etc...

Agradeço a minha mãe por ter me incentivado a ler mesmo quando eu não sabia! Acho que a atividade mais nobre que eu tenho é a leitura mesmo, e não existe nada que supere a sensação de terminar um livro – Dever cumprido! É uma pena que a maioria das pessoas ainda não consegue identificar na leitura um potencial de aprimoramento.

9 comentários:

Fernanda Z. disse...

Acabei de comprar o livro... quando terminar vou voltar aqui para fazer minhas considerações..

Mi disse...

livro é tdo de bom. tô terminando um do kundera fantástico: "a brinacdeira". tô gostando até mais do q a "insustentável leveza..."
tô lendo tb o ""frankstein pra facul. é incrivel como os filmes destruiaram (fizeram um terror) essa obra belíssima e cheia de bons questionamentos...

Flor Baez disse...

Inevitavelmente os filmes não conseguem alcançar a minuciosidade do livro...
Mas está bom, cada qual cumpre o seu papel, né... Cinema e Literatura...

Flor Baez disse...

Inevitavelmente os filmes não conseguem alcançar a minuciosidade do livro...
Mas está bom, cada qual cumpre o seu papel, né... Cinema e Literatura...

Alexandra Deitos disse...

Olá.

Obrigada pela visita no blog.

Engraçado, esse livro me foi sugerido uma vez por uma amiga. E eu fiquei com muita vontade de ler, mas então esqueci. E agora quando entrei aqui, lembrei na hora. Talvez ele deva entrar na lista de próximos...

Por curiosidade, achou meu blog onde?

Abraços.

۞ Potira ۞ disse...

Bhá...

Flor,


Sabes que eu tenho este livro "A viagem de Théo" e ainda não lí...

=D


Quanto ao Karma Cola, eu li, adorei, comprei um pra mim e li novamente umas 2 vezes...

Eu acho um livro ácido e verdadeiro, que mostra uma análise do universo de "interessados" na filosofia indiana do tempo do power flower...

Fiz uma resenha dele neste link aqui:

http://potirah.blogspot.com/2010/03/carma-cola-o-marketing-do-oriente.html

Leia este livro. É ótimo para desconstruir uma imagem de "espiritualidade ao extremo" que muitos ocidentais foram pra Índia em busca e se deixaram levar por "pseudo gurus" sem escrúpulo algum.

Gosto desta análise da nossa sociedade ocidental e capitalista que transformou religiosidade em mais um tipo de produto pra ser comercializado. Como as garrafinhas de Coca-Cola que estão invadindo os recantos mais escondidos do mundo...

Tem uns trechos bem pesados, mas é um livro fabuloso e sarcástico. Não é um livro feito pra pessoas que não gostam de pensar de maneira crítica.

Acho que desde que a autora publicou pela primeira vez muita coisa mudou, mas muitos estereótipos permanecem, como a novela fez questão de reforçar. (Na minha opinião prestando um desserviço pra humanidade e reforçando rótulos e visões preconceituosas e ignorantes, fazendo com que o povo achasse que estavam se tornando PHD's em História e Cultura Indiana.

=D

(Bhá, escrevi um livro aqui... hihihih)

Legal que tu achastes meu blog, volte sempre e deixe questionamentos instigantes como este!!!

Se tu quiseres mais textos sobre livros e literatura sobre a Índia, abra o meu blog, vá para a coluna lateral e procure pelos tags livros ou literatura que tu vais encontrar mais dicas e sugestões.


Gostei de ver teu blog, já está entre os meus favoritos e eu prometo que volto em breve pra ler as postagens antigas...

=)

Bel disse...

Os blogs se tornaram boas ferramentas de marketing. Quando alguém divulga um livro sempre tem alguém que compra! Se um dia eu publicar algum vou te avisar!

Eu fiquei curiosa para saber da viagem do theo....

Bel disse...

Os blogs se tornaram boas ferramentas de marketing. Quando alguém divulga um livro sempre tem alguém que compra! Se um dia eu publicar algum vou te avisar!

Eu fiquei curiosa para saber da viagem do theo....

Flor Baez disse...

RESPONDENDO>

Oi Alexandra, terminei o livro neste feriado... foi muito bom, mas me lembrou muito o Mundo de Sophia, são propostas bem parecidas!

Descobri seu blog através da Potira!
Bjs

RESPONDENDO BEL>
Quando escrever seu livro me mande um exemplar! Caso seja bom posso fazer uma mídia espontânea para vc tb!
Bjs