quarta-feira, 7 de abril de 2010

O silêncio



O silêncio é uma coisa simples que rende muito barulho. Acho que poucas pessoas conseguem apreender o seu valor e consegue aplicá-lo no dia-a-dia. Com o bendito silêncio aprendi que nem tudo deve ser dito e que as pessoas não estão preparadas para sentir o silêncio, sua presença é sinônimo de solidão e tristeza.
Os melhores momentos são mudos e as palavras geralmente se mostram falhas para descrever algumas coisas: SILÊNCIO!
Não existe hora mais feliz e alegre do que a hora do almoço e a hora do silêncio. Comemoro sozinha a minha liberdade de pensar o que quiser e poder gritar dentro da minha cabeça os meus pensamentos mais desestruturados. Em silêncio sou muitas vozes e consigo escutar sons inaudíveis e imateriais: som transcendental. Se for para ser barulho que seja apenas o da chuva – há uma sintonia rítmica no cair da água.
Algumas pessoas podem não acreditar, mas prefiro o mundo mudo, o silêncio absoluto.
Só funciono assim. Poucas pessoas, poucas vozes e pequenos insetos.
A mulher muda o mundo no ovo cósmico: Dá a luz ao silêncio, filho da tempestade – um contraste que só a mulher poderia conceber. No ventre uma mandala contemporânea, porque afinal de contas, o mundo não-mudo muda e nada fica no mesmo lugar. Exceto o silêncio – uma criança obediente que fica sentada no canto da sala de qualquer casa no centro do mundo.
Aos 19 anos eu pari o silêncio.


5 comentários:

Amanda Benedita disse...

Amiga, pela primeira vez meu pedaço de pão! Qta saudade!Engraçado que ontem refleti sobre o valor do silêncio. A gte ouve mtos, e não se ouve e isso nos auto-sabota e retarda decisões.Sou cm vc, embora ame o mundo e o valor de uma boa conversa, amo igualmente o silêncio absoluto, aquele q faz percebe o grito da nossa alma e o grito silencioso dos outros.
Sublime exposição a sua!
AMO-TE infinitamente e meu casório foi um sonho de luz!
Bjs!

Luisa Loureiro disse...

O silêncio é muito bom, mas me traz medo, insegurança e não sei lhe dar com o fato da solidão e silêncio. Dois "s" que atormentam minha paz...

Luisa Loureiro disse...

O silêncio é muito bom, mas me traz medo, insegurança e não sei lhe dar com o fato da solidão e silêncio. Dois "s" que atormentam minha paz...

Luisa Loureiro disse...

O silêncio é muito bom, mas me traz medo, insegurança e não sei lhe dar com o fato da solidão e silêncio. Dois "s" que atormentam minha paz...

Louco da Árvore disse...

até deu vontade de que chovesse agora *-*

Gostei mt do post, mãe do silêncio ^^