sábado, 29 de maio de 2010

Aluga-se um marido indiano


Acompanho um blog muito interessante sobre a Índia, chamado
Indiagestão, alguns de vocês até devem conhecer, tem uns post super bacanas sobre os costumes. Mas hoje tirei o dia para visitar outros blogs e fui no Índiagestão. Me surpreendi com uma postagem em que ela oferece um amigo indiano que gostaria de casar com uma brasileira. Mas ele é um pouquinho exigente (rs): quer conhecer uma moca bem educada, estudada (com nivel superior completo) e que fale inglês. Moças podem mandar o currículo com foto para o e-mail indiagestao@yahoo.com.

Eu, se fosse ele, completaria: que saiba resolver questões aritméticas, saiba cozinhar, higiênica e que fale aramaico e hindi. Longe de mim disseminar a discórdia, mas a que ponto chegamos!
Será que precisamos pagar um dote para este marido::: (interrogação)

16 comentários:

Mari disse...

É...é estranho pra gente, mas casamentos arranjados ainda são comuns em mts lugares. :)))

Thaís disse...

Então....... como vivemos em uma democracia... eu n acho muito legal... esse blog.. tbm sigo ele.. acho ela muito apelativa.. tem algumas coisas boas sim.. mais a maioria é depressiando a Índia.. olha que ela mora lá sei la quantos anos... e mesmo assim só conta as coisas ruim do pais.. colocando defeito em tudo...

Sabemos que todos os lugares tem seus defeitos......... n é possível que a Índia n tem coisas boas pra se falar!!! MEDO !!!

Entre o Real e o Virtual disse...

Oi Flor,

Agradeço a visita e comentário no meu blog, por isso, tomei conhecimento dos seus.

Gostei muito dos posts que li e, aos poucos, vou me interando melhor sobre suas histórias e receitas (hehehe).

Gosto muito de blogar e de conhecer outras pessoas com outras ideias, outras histórias, outros sonhos e muita coisa para nos ensinar.

Quanto ao casamento com o indiano, eu acho que tem muito mais chance de dar certo se ele escolher alguém que já esteja acosutmada aos seus costumes, senão, tem raras chances de ser duradouro. hehehe

Beijinhos,
Gi.

Sarah Slowaska disse...

Ui, eu não me meto com esse povo não! Adoro os costumes da índia, as indianas são lindas...mas casar....nem pensar! ui!

:)
Beijos querida!

Helena Jungblut disse...

hahaha eu acho engraçado essas propostas de casamento, mas fazer o que se são os costumes deles? os costumes também se adaptam ao mundo contemporaneo! haha

Muito obrigada pelos comentários no meu blog, querida! E me desculpe a demora para respondê-los! =P

Teu blog é muito lindo, dá para sentir o cheirinho aconchegante do sândalo e dos insensos de tão bonito! hehe

grande abraço!

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

Vou visitar o blog !
Mas o indiano não faz meu tipo físico...não serviria para mim !! ahahahaha
Obrigada pela visita.
Beijo e boa semana.

Sharla disse...

Será que ele aceita apenas mulheres? [brincando :p]

estou de volta, depois da semana sem cérebro, totalmente apagado, quero voltar as discussões e conversas :)

Então, o silêncio também me é essencial para escrever, tanto que é raro coisas sairem se não aqui, na cama, na madrugada, com a janela aberta.

Não que eu possa discutir com um professor de estrutura literária, mas concordo com ele EM PARTE apenas.
Quem escreve o faz sim a qualquer hora, mas depende o que se escreve. Posso escrever textos em qualquer momento. Mas os textos esforçados ou pensamentos profundos, ai sim, apenas aqui, no silêncio.

Cada escritor tem sua preferência/profissionalidade em algo, e para esse algo expecífico, eu duvido que possa escrever em qualquer lugar a qualquer momento. Ele pode escrever qualquer outro tipo de texto ou assunto em todos os momentos. Mas quando for pra escrever o que mais escreve, ele terá de recorrer a sua "inspiração" [ou como quiser chamar].

Claro que é só minha opinião. E claro que não a afirmo como regra. Para tudo há excessões, mesmo que seja um escritor que escreva tudo a qualquer momento. Não dúvido..de nada no mundo, alias ;)

[saudades, viu]

Flor Baez disse...

Sabe, compreendo perfeitamente que é um costume não só indiano, mas de diversos países.
O que eu fico pasma é uma mulher brasileira (talvez esclarecida) colocar uma postagem dessa. Mas o pior mesmo são aquelas que se candidatam.

Thais, depois que você falou isso voltei lá e é bem nítido que a maioria das coisas que ela coloca são coisas ruins da Índia, alguém passando fome, alguém que matou outro,animais com fome, etc...


Oi Sharla! Olha, nós podemos discutir com todos os professores para mostrar nossas idéias e o que pensamos. Eu também não concordo. Preciso de um ambiente para escrever, ou alguma coisa invisível que eu não sei o nome.

Não acredito nessas regras, porque cada um trabalha e pensa de uma forma e sabe qual é o processo mais útil, criativo...Mas, de qualquer forma, é bom aprendê-las...

Bjs amigo Sharla!

Valéria Sorohan disse...

Acho isso surreal, mas existe com certeza.

BeijooO'

Bia Carvalho disse...

minha flor, :)
tenho mais um selo pra tí.
paz.

Pauline disse...

Coloca surreal ao quadrado...
Não que eu não consiga perceber as peculiaridades de um povo, mas essa mistura não combina!

Pauline disse...

Coloca surreal ao quadrado...
Não que eu não consiga perceber as peculiaridades de um povo, mas essa mistura não combina!

Sissym disse...

Mandar email com foto kkkkkk
Foto em curriculo é discriminação e é crime! kkkkkkkkkkk

beijocas

Bia Carvalho disse...

Flor, o selo era este: http://amantesdiamantes.blogspot.com/2010/05/eu-adoro-selos.html

me deu a loucura e eu não sei porque, apaguei os posts.


Paz.

Sharla disse...

quero mais leituras e discussões :)
nunca costumo corrigir meu erros apagando o antigo, dessa vez foi preciso, mas como a tag disse, é um post unico :)

❧Stéfani❧ disse...

Hehehehe! Legal... Acho que vou mandar meu email... hmmmmm Até que ele não é dos feios não kkk... Basta saber se ele é tudo isso e mais um pouco que ele próprio exige, porque também sou exigente!!! kkk beijos