quinta-feira, 20 de maio de 2010

Tela vazia


Se eu fosse pintora e tivesse que escolher uma única escola, seria impressionista. Colocaria meu banco de madeira no jardim e ficaria observando os efeitos da luz do sol nos objetos. Minhas formas seriam apenas uma impressão, uma sugestão do que poderia ser tal coisa. Escolheria o roxo, lilás e amarelo.
Mas deve ser muito chato ter que escolher uma única forma de pintar, e exatamente por isso que atualmente não existem correntes da arte. Acabou o expressionismo, o neorealismo, o rococó, o surrealismo. A pintura contemporânea não se sujeita a uma tendência. Talvez por isso seja tão difícil compreender a pintura moderna e aceitá-la como uma expressão de artística.
Uma vez fui numa exposição no Centro Cultural do Banco do Brasil e no salão principal havia uma tela em branco, sem um único borrão de tinta e o nome da obra era: “O vácuo”. Não agüentei e comecei a rir da minha ignorância e da preguiça do artista. Se eu soubesse pintar jamais me daria ao luxo de desperdiçar uma grande tela – usaria todas as cores possíveis de uma aquarela e abusaria de todas as formas geométricas. Duchamp e ready made em 1913, obviamente, era um máximo porque quebrava paradigmas da arte. Mas em pleno século XXI, um artista dono de uma tela em branco é no mínimo redundante.

21 comentários:

Sharla disse...

Soa como apelação... se eu visse uma tela branca eu pensaria "que obvio".
To quebrando a cabeça aqui pra tentar me justificar mas só consigo pensar nisso. Querer mostrar a arte ao não mostrar nada. É muito simples, muito assim, batido.
Quando li o primeiro paragrafo já pensei em escrever o que tu mesmo disse no segundo: que chato deve ser escolher. Eu usaria tudo, e mais um pouco. Todas as escolas numa tela [primeiro precisaria aprender a pintar né, mas algumas artes não derivam de nenhuma noção artistica? ok não, hehe]
Daqui anos olharão, apreciarão e classificarão a arte contemporanea, e não sei com o que irão se impressionar...

Que necessidade de inovações culturais. Por favor me prove errado, quero muito...

ps: incrivel blog :)

Sharla disse...

Soa como apelação... se eu visse uma tela branca eu pensaria "que obvio".
To quebrando a cabeça aqui pra tentar me justificar mas só consigo pensar nisso. Querer mostrar a arte ao não mostrar nada. É muito simples, muito assim, batido.
Quando li o primeiro paragrafo já pensei em escrever o que tu mesmo disse no segundo: que chato deve ser escolher. Eu usaria tudo, e mais um pouco. Todas as escolas numa tela [primeiro precisaria aprender a pintar né, mas algumas artes não derivam de nenhuma noção artistica? ok não, hehe]
Daqui anos olharão, apreciarão e classificarão a arte contemporanea, e não sei com o que irão se impressionar...

Que necessidade de inovações culturais. Por favor me prove errado, quero muito...

ps: incrivel blog :)

manuel marques disse...

Grato pela visita,volte sempre que queira.

Beijo.

Flor Baez disse...

Sharla, impossível provar que você está errado. Acho que é exatamente assim.
Às vezes sinto que sou um pouco burra, sei lá! Não consigo compreender a arte contemporânea, sabe. Inclusive, tenho até medo dela. rs...

Eu também não sei pintar, mas nem por isso deixo de borrar algumas telas. Só para provocar mesmo! E daí que eu não saiba delinear as formas???? rs

Obrigada pela visita!!!! Fico muito feliz!!!

۞ Potira ۞ disse...

Flor do céu!!!


Eu sempre viajo nos comentários e escrevo muito muito muito...

Os teus comentários sempre me inspiram para questionar determinadas coisas e me instigam a estudar mais, ler mais...

Ando meio revoltada com alguns "relatos" de viajantes pela Índia e acho que escrevi tanta coisa lá no blog que alguns amigos "meio religiosos" podem pegar no meu pé...

huauhauha

Me rebelei hoje!!!

=D

Ah, e respondendo a tua pergunta, eu ainda estou planejando e me preparando pra viagem o mais breve possível.

Bia Carvalho disse...

sempre ótima na escrita.
tem mais um selo pra você Flor,
paz!

Franck disse...

Passando por aqui e encantado com a fluidez dos seus textos, sua sensiblidade...voltarei para sua insônia, sua lucidez (e pq não loucura?) e tomar um chá de qdo em vez, se tiver curiosidade, vá mastigar um chiclete comigo e ler uns poemas...
Bjs!
PS: Seguindo vc,claro!

The human who sold the world disse...

Meu Deus! Como vc é parecida comigo em alguns aspectos! rsrsrsrs

"Escolheria o roxo, lilás e amarelo." EU TB!!

Lorena Monteiro disse...

Show primaa!!

Sharla disse...

ah mas se tua tela ficar algo que nao seja entendido, então é contemporaneo, hehehehe...

a proposito, selo pra ti no blog :)

adoro esse aqui, poste mais :)

Flor Baez disse...

Sharla - tudo bem! Por uma questão de técnica mesmo... Pois se soubesse pintar também delinearia formas reais. Vou pegar o selo!!! Obrigada! Adoro sua visita! Vamos tomar um chá!!!

Lorena - Você é minha cúmplice! Te amo!

Hanny - Olha isso! Estamos descobrindo afinidades pela internet!!! Meu Deus! O que fazíamos quando estávamos juntas::: (interrogação). Vamos falar sobre essas cores no próximo buraco!!!! rs

Franck - Obrigada pela visita, por gostar das coisas que escrevo! Seja super bem vindo aqui! Adoro discussões e trocas neste blog! Adoro tomar chá! Vou aparecer ai para tomá-lo com você. Pode ser chá de anis:::: (interrogação).
Bjs

Potira - Ficar rebelde é muito divertido. Basta ver a cara de espanto das outras pessoas. As vezes sou do contra só para ver como as pessoas reagem... Depois morro de rir...
Queria compartilhar o relato de viagem desse meu amigo Bruno. Vou ver se ele me autoriza colocá-lo aqui.Os religiosos também costumam ficar furiosos comigo, mas eles não se manifestam...então, fico sozinha! rs

Bia - Obrigada por mais um selo! Fico muito feliz que você goste da minha páprica!!! Vou pegá-lo!
Bjs

Sharla disse...

vou botar fé que tu pintes num estilo perceptivel e belo. Se pintar tão bem quanto escreves, não acho que terá muito trabalho =D

visitarei sempre. Duas colheres de açucar pra mim ;p

Franck disse...

Obg pela visita e comentários, com certeza tomaremos muitos chás e leremos muitos poemas, juntos, agora que estamos 'linkados'!
Bj*

Isabela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabela disse...

Ohh amiga,
Como a arte é paradoxal. Realmente ela , muitas vezes, não imita a vida e vice-versa.

Helena Jungblut disse...

Hey moça! :)

primeiramente, obrigada pelos teus comentários e pela ilustre visita aos meus ''recortesinhos''! hehe


adorei teus textos e o teu ponto de vista! (: Monet é lindo de mais! as cores geralmente me passam um sentimento de nostalgia, e o imperfeito das obras dele é o que deixa tudo mais... ahm, perfeito! :p
eu sempre achei muito dificil dizer "se eu fosse um artista seria.." proque geralmente eu mudo de idéia, eu mudo meu sentimento e mudo minhas obras favoritas! haha hoje eu seria o Tiziano! uma coisa meio bucólica, meio camponesa, meio mitológica... hahaha

enfim, sem extensões!
grande abraço, e obrigada de novo! :)

disse...

Tela vazia, vácuo, vazio, branco, nada...acho que pode dá poesia. Adorei o post!!!Bjos

Bia Carvalho disse...

Fiquei alguns dias sem passar por aqui, mas minha flor mais perfumada não anda escrevendo.
Eita, estou no aguardo de tuas fantasias, de teus sonhos lindos e desta 'fé' que me traz, ao crer e ao ver que existem pessoas com tua grandeza.

paz.

Flor Baez disse...

Oi Helena= Eu vario demais! Por exemplo, hoje seria uma pintora surrealista! O nosso humor interfere e esse é o barato! Poder ser qualquer coisa todos os dias!!! Que mágica!
Obrigada pela visita!!!!

Oi Rê,
Tem tanto tempo que eu não escrevo uma poesia,sabia::: Nem sei se consigo mais! obrigada por sua visita!!!!

Olá Bia!!! Nossa, eu to correndo tanto com trabalho e faculdade que nem tive tempo. Mas inda hoje devo postar alguma coisa e pegar o selo, sem falta!!!!
Bjs

Ester disse...

Flor,
to passeando por aqui depois da sua visita, e adorando!...
Parei aqui pra te dizer que eu tenho um post lá que fala exatamente de impressionismo e do museu D'Orsay, nao sei se vc chegou a ver....está na categoria ARTES.
Vou ler outros posts e já volto rsrs!!

Flor Baez disse...

Oi Ester!!!!
Nossa quero ver isso! Sou fascinada! Você já foi no museu D'Orsey????
Obrigada pela visita, seja bem-vinda!!!!
Bjs