quinta-feira, 22 de julho de 2010

Danças Indianas: Kathak


Originada no norte da Índia, o termo Kathak vêm da palavra em sânscrito Katha, que significa história. O dançarino é um contador de histórias. Passos fortes com os pés e rápidas piruetas caracterizam este estilo de dança clássica indiana. Sem dúvidas, é um dos mais bonitos. As mudras são utilizadas para contar a história e dão leveza e suavidade a dança, apesar dos movimentos mais bruscos com os pés. O dançarino utiliza guizos nos tornozelos, que se chamam Ghunghru e ajudam a marcar o tempo.

O traje feminino mais utilizado no Kathak é um vestido, mas também vi alguns vídeos que as dançarinas usavam o famoso lehenga-choli. Ouvi dizer, mas as fontes não eram tão confiáveis, que o Kathak é uma fusão entre a cultura indiana e muçulmana. No século XV (não sei a data ai certo) mulheres persas foram trazidas para Índia e a dança sofreu essa influência, caracterizando o que atualmente conhecemos como Kathak.

Hoje, a dançarina mais famosa e renomada de Kathak, na Índia, é a Palichandra. No you tube é possível ver alguns vídeos dela. No Brasil temos a Suzane Travassos, que dança belissimamente e parece uma indiana mesmo.

5 comentários:

Alice disse...

Acho a dança indiana simplesmente maravilhosa.
Adorei o texto!
Bjo

Sil.. disse...

Eu cheguei a procurar academias pra fazer (Aprender) dança indiana.
Mas depois surgiu uma cirurgia de coluna, ai tive que deixar de lado rs.

Mas é simplesmente lindaaaaaaaaaaaaaa.

Um abração meu, minha querida!

Flor Baez disse...

Oi Alice!!!
Que bom que gostou!!! Depois passe no youtube e assista alguns vídeos! Beijos!!

Oi Sil, é difícil mesmo encontrar alguém que dá aulas de clássico indiano... Mas você está em Sampa, não é??? Tem muitas academias de dança super bacanas aí... Mas com problema na coluna não rola, né??? rs
Beijos! Abraços!

Renata MMP disse...

Kathak é muito lindo!
O vestido é chamado anarkali. Na verdade uma túnica beeem comprida.

Pena que quando tem festival indiano, não vem dançarinos de kathak. A grande maioria é de Bharatanatyam. (que é bonito mas não tão fluido)

Flor Baez disse...

Você por aqui, Renata! Que legal!
Agora que eu vi seu cometário!
Seja bem-vinda!