terça-feira, 14 de setembro de 2010

O poder do bom pensamento


É muito fácil delegar a natureza um papel secundário em prol do progresso tecnológico. Mas o que vemos, resultado de todo esse “avanço” é que as tecnologias e tudo aquilo que acreditamos nos trazer uma vida mais confortável está muito longe de resolver as reais mazelas sociais. O que percebo são pessoas desumanas e distantes uma das outras, todas insatisfeitas com tanta correria e compromissos, mas não fazem absolutamente nada para mudar. Percebemos o tempo passar rápido porque fazemos tudo com pressa e não temos paciência para esperar.

Vi no telejornal uma pesquisa do IBGE que afirma que cerca de 70% da população no Brasil tem celular, e os jornalistas que davam a notícia estavam bem entusiasmados enfatizando como o progresso conseguiu atingir grande parte da população. Em minha humilde opinião esta é mais uma forma de vigiar e tornar a sociedade ainda mais prisioneira. Do que adianta uma pessoa ter um celular e morar no meio do lixo, sem acesso a educação e saúde? São soluções de baixo impacto para problemas universais – o famoso pão e circo.


As pessoas não mudam porque ainda acreditam que tem alguém que possa fazer isso por elas e não percebem que o trabalho é de dentro para fora e não ao contrário. As mudanças, em qualquer âmbito que ela aconteça, exigem abrir mão de velhos hábitos e ninguém parece muito disposto a fazer sacrifícios. Não tenho a pretensão de mudar as pessoas e convencê-las do que eu considero verdadeiro, mas acredito que através nosso comportamento e escolhas que o questionamento começa. Os pensamentos contagiam.

As pessoas rejeitam a antiga idéia de natureza como divindade porque isso os impediria de dominar a natureza. Como é possível derrubar árvores, rasgar a terra e desviar os cursos do rio sem matar Deus? Joseph Campbell

É hora de resgatar velhos hábitos para nascer um novo homem. Toda mudança implica na morte e renascimento.

5 comentários:

francesco napoli disse...

prima!!! votei no seu blog! amo seus textos & idéias poesia!

amo-te!

beijos!

disse...

aloha!

Leca disse...

Joseph Campbell...
sabe muito sobre mitos...sobre vida...sobre amor...
Hoje...caminhamos...
para o velho caminho da política do ter...ninguém quer mais Ser...

Beijos
Leca

bondearte disse...

Ola Flor,
Realmente teu texto é muito bom e significativo,é preciso valorizar:
o espirito a natureza,reintegrar estes valores na conciência do ser humano.
Congratulações
Paulo

Alexandra Deitos disse...

de dentro para fora...