quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A simbologia de Saraswati



Associada às artes e ao conhecimento secular, a consorte de Brahma, Saraswati é a representação da música, criatividade e inteligência. Geralmente vestida de branco, a iconografia da deusa é acompanhada de uma mala, o terço de contas (Akshamala) que simboliza o ciclo do tempo e o livro (Pustaka) que se refere ao vedas, e de forma geral a prosa e poesia. Além disso, Saraswati carrega a vina, um instrumento musical indiano. O pavão simboliza a imortalidade, e por se um animal que também representa a beleza, ela ensina aos seus devotos a não se preocuparem com os atributos materiais. 

Na maioria das vezes, Saraswati é retratada próxima ao rio, em referência ao seu culto inicial, onde era venerada como a deusa do rio, das águas, fertilidade e pureza. Cada divindade é associada a um animal, no caso dela, o cisne representa o grande veículo, a imensidão e alento a vida. As aureolas iluminadas em torno da cabeça dos deuses, indicam que eles já alcançaram um estado de transcendência espiritual e iluminação, e esse conceito abarca divindades de diversas religiões, inclusive o cristianismo, que também utiliza as aureolas em Jesus. 

De forma geral, os mesmos símbolos que cercam a iconografia de Saraswati são encontrados nas imagens de Brahma, seu consorte.


Trecho retirado da minha monografia "Os aspectos do sagrado na arte indiana clássica".

2 comentários:

Lu disse...

A imagem é simplesmente muito bonita e o texto esclarecedor!
Bjks

Adriana Borghi disse...

Exatamente o que a Lu disse!
A imagem é linda, e o texto mais que esclarecedor!

Sobe que teu nome tá na portaria! ;)
rs


Beijos