quarta-feira, 4 de abril de 2012

Clube do Livro: Transformando Crises em Oportunidades



Olá amigos, 
Recebi este livro do Osho, "Transformando Crises em Oportunidades", da editora Cultrix, que sem dúvidas esse foi para mim um dos melhores livros que já li do Osho. Duranta a narrativa ele discorre sobre os principais problemas que a humanidade enfrenta, apontando soluções. Mesmo que para os mais 'conservadores', soe um tanto pretensioso, suas palavras são bastante coerentes. 


Um dos capítulos fala sobre não servir aos pobres e sim erradicar a pobreza, já que o problema apenas será realmente solucionado cortando o mal pela raiz. Ele sugere o controle da natalidade e reafirma algo que sempre me questionei bastante e nunca de fato cheguei a uma conclusão: nem todo mundo precisa ou deve ter filhos. Não precisamos de mais pessoas no mundo, a Terra não tem espaço e nem como suprir as necessidades (que são principalmente as supérfluas) de todos os seus habitantes. Hoje   transformamos em necessidades desejos gananciosos de posse. E realmente, o planeta não tem mais condições físicas e estruturais para aguentar o desenfreado consumismo dos seres humanos. Nesse estado, realmente não há mais espaço para novos consumidores num planeta finito. 


"Você ama sua esposa, a sua esposa o ama, mas isso não significa que possam sobrecarregar o planeta com mais uma criança (...)"


O tema é bem controverso, é claro que a maioria das mulheres tem esse desejo instintivo de vivenciar a maternidade, mas convenhamos, não é uma tarefa para qualquer um, para qualquer pessoa, qualquer família. A frequência que vemos pais abandonando seus filhos, ou simplesmente se ausentando da tarefa de educar, formar, preparar a criança, é imenso. Que amor é esse? Oi!? 


Outra discussão muito interessante é sobre preparar as pessoas para ocupar cargos de poder. 


"Até hoje, nos últimos milhares de anos nunca ninguém foi preparado para ocupar posições de poder na sociedade. Se alguém vai ser boxeador, não se empurra simplesmente o sujeito para o ringue e se diz, lute! Ele tem que aprender."


Hoje o que mais vemos por ai, seja na esfera pública ou privada, são pessoas completamente despreparadas para ocupar cargos de liderança e poder. Tomam decisões que causam grande impacto na Terra sem prever suas consequências, a sua finalidade e por ai vai. Isso porque há uma crise anterior, que é a crise do educador. Quem educa hoje: a televisão? o professor? os pais? Seja quem for estão todos errando a olhos vistos. Estamos preparando uma legião de seres humanos sem nenhum poder de reflexão, que são condicionados a desempenhar papeis funcionais. 


Osho desenvolve uma pedagogia muito interessante para solucionar esses e outros problemas que enfrentamos atualmente. Sempre com criatividade e ironia ele aponta soluções, ao contrário de muitos por ai que se perdem em discursos longos sem apresentar efetivamente recursos que promovam a grande mudança. Ansiamos pela liberdade e não entendermos que ela não significa caos, e sim responsabilidade. Não podemos alcançar uma coisa sem estar preparado para suas consequências. Osho diz que cada indivíduo precisa crescer por si mesmo, buscar as ferramentas para sua transformação, que em nenhuma hipótese deve ser isolada, de forma individualista. A transformação real é social. 


"Você não precisa mudar o mundo inteiro; se mudar simplesmente a si mesmo você terá começado a mudar o mundo todo, pois você faz parte dele. Se um único ser humano mudar, essa mudança irá irradiar para milhares e milhares de outros seres humanos. Você será um gatilho para uma revolução, que pode fazer surgir um ser humano completamente novo."


Sugiro para vocês a leitura do "Transformando Crises em oportunidades", do grande mestre Osho; Editora: Cultrix.  

2 comentários:

Adriana Borghi disse...

Adoro o Osho.
E seu cantinho por aqui sempre muito gostoso! Adoro te visitar.

E respondendo sua pergunta sobre o gatinho Paçoca, ele faleceu de esporotricose. :( há uns 2 anos já...


beijos!

Flor Baez disse...

O Drica, que dó! Não sabia que você também tinha perdido um gatinho com esporo! Muito triste, né! Essa doença é um mal horrível!

Gratidão pela visita!
Beijos