segunda-feira, 13 de agosto de 2012

A família e a espiritualidade



A família é um núcleo muito importante no nosso desenvolvimento e crescimento. São com esses membros que temos o nosso maior compromisso cármico, seja positivo ou negativo. É muito comum ouvirmos alguém que não gosta da irmã, do tio, do pai, da mãe e por ai vai, algumas vezes essas desavenças chegam ao extremo e laços importantes são rompidos. 

As diferenças são sempre exorbitantes, mas é exatamente com essas pessoas que temos a oportunidade de crescer e evoluir, caso contrário estaríamos cercados de outras pessoas. Dentro do processo de evolução, cada um ocupa um “degrau”, e precisamos conviver com pessoas que estão espalhadas em diversos cantos desta escada cósmica rumo ao aperfeiçoamento, e é exatamente essa convivência que permite nosso crescimento verdadeiro. Somos antes de tudo uma família espiritual que mesmo inconscientemente, está aqui neste planeta para se desenvolver. Um vai ajudando o outro a aprimorar suas qualidades, assim deve caminhar a família.

As vezes, podemos até ter a impressão que estamos no lugar errado, com as pessoas erradas. Mas estamos exatamente onde devemos estar, seja conduzinho quem está conosco, ou sendo conduzidos.

E também há aquela família que não tem origem consangüínea, mas que estão conectados por fios invisíveis do amor. E esta relação é tão sagrada, tão frágil e tão especial quanto a nossa família. Assim, mesmo com as pequenas diferenças, precisamos insistir na harmonia, no amor, na compaixão, na compreensão. Somos todos diferentes dentro de uma unidade muito maior, que ultrapassa toda a pequenez da mente humana. Cada pessoa que está na nossa vida é especial, porque tem sempre algo valioso para aprendermos com elas, basta abrimos nosso coração para vivenciar e sentir isso. 

3 comentários:

Mayara disse...

Flor, que texto lindo! Eu concordo com tudo, e às vezes fico estarrecida de quanto as suas palavras se assemelham às minhas crenças kardecistas! Um abraço e bom fim de semana!

Lucia disse...

sou muito feliz em ser sua mãe!
bjs

Leo disse...

Gosto desta energia cósmica, apesar de não acreditar que as pessoas que estão nas nossas vidas tenham chegado através do destino.

Mas sobretudo, acredito no poder da espiritualidade!

Beijos