sexta-feira, 28 de setembro de 2012

A Roda da Fortuna

A vida dá muitas voltas. Se você pensar na sua vida há dois anos ou mesmo um ano atrás e olhar para o presente, até assusta. Como é dinâmico o ritmo da vida, de repente estávamos num lugar, pensando uma coisa, fazendo outra e num piscar de olhos tudo muda: você está em outro lugar, pensando de forma diferente e fazendo tudo novo. 

A capacidade natural de reciclagem da própria vida é algo mágico e estonteante. Por isso que os grandes sábios dizem para não nos apegarmos a nada, já que tudo é pura impermanência. Cada momento é a oportunidade de crescimento, de iluminação e sobretudo, de fazer diferente. Temos a cada dia, a cada semana, a cada ano, o poder de transformar nossa existência. Basta uma escolha, basta um descuido ou mesmo um milagre do invisível que nos empurra para determinada situação. 

E mesmo que, à primeira vista, nós não gostemos daquilo que se apresenta o mais importante é se entregar de alma aberta a todas as experiências que passamos, tendo a consciência de que é isso que vai te fazer uma pessoa melhor, que vai te ajudar a subir nos degraus da espiritualidade.

E assim eu encerro este post, agradecendo a mãe divina, aos espíritos da floresta e de todo o universo por tudo que estou vivendo, de bom e ruim, porque ambos me tornaram uma pessoa mais madura, mais atenta, mais consciente. 

Num sopro do tempo tudo isso acaba...

Um comentário:

Oriana Shakti disse...

e eu te adoro! além do sopro do tempo e da impermanência!