domingo, 8 de setembro de 2013

Da natureza dos sonhos palpáveis

Hoje quero falar sobre sonhos. Porque eles hoje estão vibrando dentro de mim e por eles eu continuo seguindo adiante, com um pouco de esperança e otimismo, nem tanto o quanto eu deveria ter, mas o suficiente para me impulsionar a continuar minha jornada.
Nós precisamos acreditar nos nossos sonhos! Ao contrário do que diz a maioria, que eles nos afastam da realidade, na verdade nossos sonhos são verdadeiros combustíveis que nos permitem viver neste mundo desigual e ainda acreditar que tudo pode ser melhor.

Sempre fui muito sonhadora, cheia de planos. Quando eu era mais nova falava que ia estudar na Sorbonne. Não fui, mas e daí? Nem todos se concretizarão realmente, mas nós precisamos deles para viver. São flores num campo devastado.

Quantas vezes já ouvi que os filhos “param” a vida. Param de quem quer parar, param para quem dorme no ponto. Claro que no inicio eles demandam uma pausa e dedicação a mais e exclusiva, porém jamais devemos usar nossos filhos de desculpa para as coisas que não realizamos na nossa vida. Filhos e sonhos são completamente compatíveis, mesmo que haja mais obstáculos e exijam de você um pouco mais do que força de vontade. 

Não há ninguém nesse mundo que vai me convencer de que meus planos não são possíveis. Eu acredito tanto neles, quanto acredito no chão que piso e no ar que respiro. Mas é bem verdade que precisamos colocá-los para fora, pois sonhar para dentro não move montanhas. A única maneira dos sonhos se transformarem em realidade é tirá-los de dentro de nós. Compartilhe seus sonhos, mesmo que seja com uma folha de papel.

Sonhar pequeno também é positivo, pois os sonhos mirabolantes a La Dubai, acabam trazendo frustração e demandando muita energia. Claro que podemos ter planos muito “ambiciosos”, mas precisamos ser práticos e fazer de tudo para que eles sejam viáveis no plano da matéria, com os instrumentos que temos em mãos. Pois é muito fácil alimentar desejos que além de mirabolantes e hiperbólicos, não dependem da nossa força e sim talvez de alguma sorte que esteja vagando por ai, e no final das contas, nós mesmos nos sabotamos. E cansados, desistimos. Sonhar pequeno tem suas vantagens.

Visualize com muita riqueza de detalhes cada situação do seu sonho. Escreva e fale sobre ele, isso ajuda na sua concretização e que ele não seja mais uma nuvem no mundo das idéias. E acima de tudo, acredite em você, na sua força, na potência da vida, nas voltas que o mundo dá.  Não dependa apenas da sorte, faça planejamentos que tudo pode dar certo. Ou não.

Nenhum comentário: