quarta-feira, 4 de março de 2015

Quem tem medo de mudar?



Eu nunca tive medo de mudanças. Na verdade sempre fui movida por elas e quando tudo parece estável demais me dá uma vontade enorme de construir outro caminho. Minha natureza é nômade, não tenho medo de sair de uma cidade para morar em outra, não tenho medo do desconhecido e fico muito instigada quando me deparo com essas surpresas. Eu tenho muita sede e guardo dentro de mim impulsos muito altos, que me torna capaz de fazer grandes mergulhos.

Para mudar qualquer coisa é preciso coragem, pois ela requer fazer escolhas. E quando fazemos escolhas precisamos deixar outras coisas de lado e daí advém o medo de que o que rejeitamos possa se apresentar lá na frente como a melhor opção. Para seguir um caminho é preciso abandonar outro. Talvez isso explique porque as pessoas que alcançam certa estabilidade na vida tenham mais dificuldade, mais medo de correr riscos.

Mudanças podem ter erros, podem ter acertos, são sempre novas possibilidades de se fazer algo diferente. Já mudei tantas vezes de casa, cor de cabelo, opinião, de estado de espírito que nenhuma mudança pra mim é um monstro, pelo contrário, é um presente de começar tudo de novo e ser feliz de outra forma. Mudanças podem ser opcionais ou fundamentais dependendo do ciclo de cada um.

O meu medo é da estagnação, da inércia, da mesmice dos dias, das águas paradas, dos móveis no mesmo lugar a vida inteira, do mesmo corte e cor de cabelo, da prisão das opiniões, o cárcere nosso de cada dia que construímos sem perceber. Eu preciso de frio na barriga, de emoção. Isso me torna mais criativa, mais preparada para explorar meus talentos e aguça minha capacidade de buscar novas soluções. A zona de conforto é o lugar mais desconfortável pra mim. De verdade, não procuro uma vida estável, e sim todas as coisas que possam tornar minha existência a mais nômade e itinerante possível. É claro que isso não é a melhor opção para todo mundo, mas é pra mim e esse é o meu combustível, se não fosse pela possibilidade de começar tudo de novo eu jamais teria feito, nem conquistado nada.

------------------------------------------------------------------------------------------------- 

Está rolando o Sorteio em parceria com a Editora Paz & Terra do livro "A Era das Revoluções", do historiador Hobsbawm! Clique aqui para participar! 


Nenhum comentário: