terça-feira, 1 de setembro de 2015

Sorteio do Livro "Problemas de Gênero: Feminismo e subversão da identidade", Judith Butler



Recebi da Editora Civilização Brasileira o livro “Problemas de Gênero”, da filósofa Judith Butler, um clássico para nos ajudar a desnaturalizar o conceito de gênero. A obra é uma leitura desafiadora e convida o leitor a desconstruir tudo àquilo que ele entende por sexo, gênero, corpo e as diferenças entre homem e mulher, dando fim a lógica da estrutura binária que empurra os indivíduos para uma heterossexualidade compulsória e colocando a questão do gênero como sendo um problema muito mais político do que do sexo.

A sexualidade e o sexo, entendidos pelo senso comum como uma espécie de verdade natural e biológica, também são construções do discurso e possuem suas próprias historicidades. A performatividade entre oposições binárias, como macho x fêmea, vagina x pênis é mantido pela ordem que força a construção de sexos fixos, o que acaba por marginalizar e oprimir xs sujeitxs que não se sentem contemplados dentro desta estrutura, o que é o caso das transexuais e travestis, ainda que existam outras possibilidades de subversão da ordem compulsória.

“Somos obrigados, em nossos corpos e em nossas mentes, a corresponder, traço por traço, à idéia de natureza que foi estabelecida para nós [...] ‘homens’ e ‘mulheres’ são categorias políticas, e não fatos naturais.”

Os padrões estipulados socialmente moldam os comportamentos de forma violenta e quando Judith Butler diz que os gêneros são performativos isso quer dizer que ninguém pertence a um gênero desde sempre e que a heteronormatividade acaba por tentar nos enquadrar (mas nós vamos resistir!) em nossos lugares de gênero.

As pessoas desviantes em suas apresentações de gênero estão subvertendo a imposições sócio-culturais sobre os corpos e apresentando novas possibilidades de ser no mundo, e que estão longe de ser encaixar nessas operações categóricas de generalização do corpo.  Além do repertório teórico sobre os problemas de gênero que provocam a normatividade, a obra de Judith Butler é uma proposta de resignificação da sexualidade que transcende os padrões da matriz heterossexual.

Para a nossa alegria a Editora Civilização Brasileira disponibilizou dois exemplares para sorteio aqui no Blog. Para participar você deve:
1.       Residir em território nacional;
2.       Curtir a Fanpage da Editora Civilização Brasileira, clicando aqui;
3.       Preencher o formulário abaixo.

O resultado sai no dia 5 de Outubro. Boa sorte! Não se esqueçam de cumprir as regras! 

(Precisei alterar a data do sorteio, pois no dia 30 de Setembro estarei viajando fora da área de cobertura)